O ENSINO DE PORTUGUÊS COMO LÍNGUA MATERNA NA PERSPECTIVA DA SOCIOLINGUÍSTICA: UMA PROPOSTA INTERDISCIPLINAR COM LETRAS DE MÚSICA DE CAPOEIRA

Autores

  • Fábio Fernandes Torres
  • Munirah Lopes da Cruz

DOI:

https://doi.org/10.36517/revletras.40.1.9

Resumo

Este artigo tem por objetivo refletir sobre o ensino de língua portuguesa como língua materna, numa perspectiva sociolinguística e interdisciplinar, a partir de elementos da cultura afro-brasileira relacionados às diversidades linguística e cultural do país. Metodologicamente, a partir de letras de músicas de capoeira, propõem-se questões com o propósito de despertar a consciência dos alunos sobre os processos históricos associados à formação da nossa sociedade e de nossa variedade linguística, sobre a diversidade do português brasileiro e sobre os preconceitos sociais presentes em nossa sociedade, dentre eles, o linguístico. As reflexões baseiam-se nos pressupostos da Sociolinguística, introduzidos por Labov (2008), e nas contribuições desse modelo para o ensino de língua materna (BORTONI-RICARDO, 2004; FARACO, 2008, 2015, BAGNO, 2002, entre outros). As conclusões decorrentes dessas reflexões sugerem, como forma de despertar a consciência linguística dos fenômenos variáveis e combater o preconceito linguístico, a abordagem de questões sociais e culturais relacionadas à formação das variedades linguísticas e da realidade sociolinguística brasileira.

Palavras-chave: sociolinguística, língua portuguesa, ensino.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-07-17

Como Citar

TORRES, Fábio Fernandes; CRUZ, Munirah Lopes da. O ENSINO DE PORTUGUÊS COMO LÍNGUA MATERNA NA PERSPECTIVA DA SOCIOLINGUÍSTICA: UMA PROPOSTA INTERDISCIPLINAR COM LETRAS DE MÚSICA DE CAPOEIRA. Revista de Letras, [S. l.], v. 1, n. 40, 2021. DOI: 10.36517/revletras.40.1.9. Disponível em: http://periodicos.ufc.br/revletras/article/view/71456. Acesso em: 23 jul. 2024.