O sonho da ideologia produz monstros

fascismo, distopia e desumanização em Men against fire, Black Mirror

  • Sergio Schargel PPGLCC/PUC-Rio e PPGCP/UNIRIO

Resumo

A relação entre distopia e ideologia é intrínseca: a primeira se alimenta da segunda, produzindo realidades ficcionais em que ideologias opostas criaram um futuro devastado. Nesse cenário, o medo da tecnologia se aliar a movimentos fascistas ou totalitários acaba por dar origem ao episódio Men against fire, da série britânica Black mirror. Se qualquer movimento fascista depende da criação de monstros, inimigos objetivos para condicionar o ódio e o terror, Men against fire leva essa proposta a um campo mais literal, e o seu movimento fascista/totalitário altera as próprias percepções da realidade para que seja possível exterminar o monstro. Dentro de um arcabouço teórico qualitativo que mescla textos sobre ideologia, distopia, fascismo e narrativas de monstros, a proposta deste trabalho é discutir o processo de desumanização do inimigo objetivo no fascismo/totalitarismo, à luz do objeto escolhido. A intenção é que, no cotejo do debate sobre monstros, desumanização e fascismo, seja possível perceber a relação que o fascismo possui com a narrativa de monstros, ao passo em que, paradoxalmente, ele próprio acaba por criar os seus próprios monstros banais.

Biografia do Autor

Sergio Schargel, PPGLCC/PUC-Rio e PPGCP/UNIRIO

Mestrando em Literatura pela PUC-Rio, mestrando em Ciência Política pela UNIRIO. Bacharel em Comunicação Social, Jornalismo e Comunicação Social, Publicidade e Propaganda, ambas pela PUC-Rio. Sua pesquisa e produção artística são focadas na relação entre literatura e política, tangenciando temas amplos como fascismo, autoritarismo, populismo, pós-memória, antissemitismo e Revolução de 30. Publicou em veículos como Nexo, Cantareira, Dignidade Re:Vista, Ribanceira, Valittera, HanzeMAG, e outros, além de diversas traduções para a Folha de S.Paulo. Apresentou trabalhos em eventos como Seminário do fim para frente, Mostra bosque, CLAEC, Póscom, entre outros.

Publicado
2021-03-12