Práticas de profissionais de saúde na perspectiva de idosos que convivem com câncer

Lucimara Sonaglio Rocha, Margrid Beuter, Eliane Tatsch Neves, Juliane Elis Both, Miriam da Silveira Perrando, Larissa Venturini

Resumo


Objetivo: compreender as práticas assistenciais dos profissionais de saúde com idosos que convivem com câncer em tratamento ambulatorial. Métodos: pesquisa qualitativa, realizada em um ambulatório de hemato oncologia do Sul do Brasil. Realizou-se entrevista semiestruturada com 15 idosos. Os dados foram submetidos à análise temática.Resultados: emergiu a categoria: a prática assistencial dos profissionais da saúde junto aos idosos que convivem com câncer com duas subcategorias: a revelação do diagnóstico da doença e práticas educativas autoritárias. Conclusão:mesmo diante dos instrumentos legais à disposição dos usuários dos serviços de saúde, as práticas dos profissionais de saúde ainda fundamentam-se em relações assimétricas, por meio das quais colocam-se como os únicos responsáveis pela saúde dos idosos, exigindo adesão às suas prescrições sem questionamentos, desconsiderando o cuidado de si.

Palavras-chave


Idoso; Neoplasias; Autonomia Pessoal; Cuidados de Enfermagem; Enfermagem.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Este trabalho está licenciado sob Creative Commons – Licença CC BY  https://creativecommons.org/licenses/

Marca ABEC Completa