Prevalência e fatores associados às lesões elementares em idosos internados

Clóris Regina Blanski Grden, Taís Ivastcheschen, Luciane Patrícia Andreani Cabral, Péricles Martim Reche, Danielle Bordin

Resumo


Objetivo: analisar a prevalência e os fatores associados às lesões elementares em idosos internados em hospital de ensino. Métodos: estudo transversal, realizado com 202 idosos internados em hospital de ensino. Aplicou-se questionário sociodemográfico, clínico e exame físico de enfermagem de pele e anexos. Para análise, utilizou-se software Stata versão 12®. Resultados: constatou-se que 176 (87,1%) participantes apresentavam alguma lesão elementar. Para lesões elementares primárias, identificou-se relação estatística significativa com faixa etária ≥80 anos (p=0,023), diagnóstico de doenças do aparelho respiratório (p=0,029), dispositivos médicos (p=0,000), mobilidade restrita (p=0,001), independente (p=0,006) ou com auxílio (p=0,007). As lesões elementares secundárias mostraram-se associadas a ser casado (p=0,007), dispositivos médicos (p=0,029) e mobilidade restrita (p=0,012). Conclusão: identificou-se alta prevalência de lesões elementares em idosos internados e importantes fatores associados. Ao ponderar os fatores associados, reconhece-se a importância de a equipe de enfermagem avaliar, identificar e realizar cuidados preventivos específicos a esse grupo populacional.


Palavras-chave


Enfermagem Geriátrica; Ferimentos e Lesões; Hospitalização; Envelhecimento da Pele; Fatores de Risco.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.15253/2175-6783.20192040384

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Este trabalho está licenciado sob Creative Commons – Licença CC BY  https://creativecommons.org/licenses/

Marca ABEC Completa