Jovens cristãos na educação pública: novas abordagens analíticas quantitativas da religiosidade no Ensino Médio (2010-2016)

  • Fabio Lanza Programa de Pós-Graduação em Sociologia, Departamento de Ciências Sociais da Universidade Estadual de Londrina
  • Luis Gustavo Patrocino Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (Doutorado), UNESP - Marília SP http://orcid.org/0000-0003-0906-3705
  • Ileizi Fiorelli Silva Programa de Pós-Graduação em Sociologia, Departamento de Ciências Sociais da Universidade Estadual de Londrina http://orcid.org/0000-0002-8744-9120
Palavras-chave: Religião, Adesão religiosa, Jovens brasileiros, Ensino médio público

Resumo

Este artigo expõe dados a respeito do universo religioso dos jovens estudantes do Ensino Médio público a partir de cinco pesquisas quantitativas (2010-2016), duas nacionais e três em Londrina-PR. São dados que relacionam a majoritária adesão religiosa cristã, a perspectiva de valorização do seu vínculo denominacional, a participação e frequência nas atividades religiosas semanais, o múltiplo pertencimento religioso e, por último, um modelo de análise quantitativa para dados religiosos-educacionais. A transição demográfica a qual o país se encontra desafia às Ciências Humanas e Sociais a compreender os novos padrões de engajamento religioso dos jovens. Assim a pergunta que nos orientou foi como os jovens estudantes do Ensino Médio público aderem ou não as religiões? Os resultados apresentam o conhecimento sobre esses sujeitos religiosos e a compreensão de variáveis nos processos de mudança e/ou conservação social e os modos de se relacionarem com os saberes escolares.    

 

 

Biografia do Autor

Fabio Lanza, Programa de Pós-Graduação em Sociologia, Departamento de Ciências Sociais da Universidade Estadual de Londrina
Doutor em Ciências Sociais (PUC SP);  Professor Associado do Departamento de Ciências Sociais, do Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Coordenador dos Laboratório de Estudos sobre Religiões e Religiosidades LERR e PIBID Sociologia  na Universidade Estadual de Londrina/PR.
Luis Gustavo Patrocino, Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (Doutorado), UNESP - Marília SP
Licenciado, Bacharel e Mestre em Ciências Sociais; Especialista em Estatística; Membro das Equipes do OBEDUC CAPES C.SOCIAIS e do LERR da Universidade Estadual de Londrina.
Ileizi Fiorelli Silva, Programa de Pós-Graduação em Sociologia, Departamento de Ciências Sociais da Universidade Estadual de Londrina
Doutora em Sociologia pela FFLCH- USP. Professora Associada da Universidade Estadual de Londrina, no curso de graduação de Ciências Sociais. Docente do Programa de Pós-graduação de Sociologia (Mestrado e Doutorado), do Mestrado Profissional de Sociologia em Rede Nacional e da Especialização em Ensino de Sociologia da UEL

Referências

CAMURÇA, Marcelo Ayres. Entre sincretismos "guerras santas": dinâmicas e linhas de força do campo religioso brasileiro. Revista Usp, nº 81. 2009. Disponível em: <http://www.revistas.usp.br/revusp/article/view/13740>. Acesso em: 23 dez. 2016.

CORREIA, Cristiano Pinheiro. Múltiplos olhares dos estudantes do ensino médio de Londrina e Rolândia/PR: uma caracterização sociológica. Dissertação. 2016. Universidade Estadual de Londrina.

FERNANDES, Leticia. VENTURA, Isabel Braga e Manoel. Grupo pró-intervenção militar invade plenário da Câmara e sessão é suspensa: Manifestantes entraram na Casa quando deputados discursavam à espera de quórum para iniciar sessão. O Globo. Disponível: em:<http://oglobo.globo.com/brasil/grupo-pro-intervencao-militar-invade-plenario-da-camara-sessao-suspensa-20474451>. Acesso: 03 dez. 2016.

GONZALES, Carolina Alondra Guidotti. Envelhecimento demográfico e mudanças na transição à velhice entre brasileiros de distintas gerações. Tese, UNICAMP. (2014). Disponível em: <http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=000937888>. Acesso em: 10 mar. 2016.

IBGE. Tabela 2094. População residente por cor ou raça e religião. Disponível em: http://www2.sidra.ibge.gov.br/bda/tabela/listabl.asp?z=cd&o=13&i=P&c=2094. Acesso em: 23 dez. 2016.

INEP. Pesquisa de Ações Discriminatórias no Âmbito Escolar. 2008. Disponível em: < http://portal.inep.gov.br/basica-levantamentos-acessar>. Acesso em: 23 dez. 2016.

IPEA. Pesquisa de Opinião pública SNJ: Perfil da Juventude brasileira. 2013. Disponível em:< http://www.ipea.gov.br/participacao/images/pdfs/participacao/pesquisa%20perfil%20da%20juventude%20snj.pdf>. Acesso em: 23 dez. 2016.

LATOUR, Bruno. Reagregando o Social. Uma introdução a teoria do Ator-Rede. Salvador: Edufba, 2012; Bauru, São Paulo: Edusc, 2012.

MADEIRO, Carlos. No Brasil, 57% concordam que "bandido bom é bandido morto". Datafolha. Disponível em: <http://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2016/11/02/no-brasil-57-concordam-que-bandido-bom-e-bandido-morto-diz-datafolha.htm>. Acesso em: 23/12/2016.

NEWS.VA, Official Vatican Network. O Papa na audiência geral: é muito importante ir à Missa ao Domingo; a Eucaristia é salvação. Disponível em:< http://www.news.va/pt/news/o-papa-na-audiencia-geral-e-muito-importante-ir-a>. Acesso em: 15 mar. 2016.

Publicado
2019-05-20
Seção
Dossiê: Colonialidades do crer, do saber e do sentir - implicações epistemológicas nos estudos da religião