Compreensão sobre as necessidades de saúde de homens adultos: perspectiva masculina

Palavras-chave: Saúde do Homem; Necessidades e Demandas de Serviços de Saúde; Gênero e Saúde; Enfermagem.

Resumo

Objetivo: compreender as necessidades de saúde de homens adultos, sob a perspectiva masculina. Métodos: pesquisa qualitativa,  realizada com dez homens, com idades de 29 a 59 anos. Dados coletados em entrevistas semiestruturadas e submetidos à análise de conteúdo, modalidade temática, utilizando-se a Taxonomia das Necessidades de Saúde. Resultados: as necessidades de saúde dos homens perpassam pelas condições de vida, abrangendo aspectos financeiros, emocionais e políticos, e por atendimentos em saúde, pautados no respeito e acesso às tecnologias, incluindo as necessidades de vínculo com profissionais de referência e autonomia no modo de cuidar-se. Observa-se que estas necessidades são influenciadas por construções sociais de gênero. Conclusão: as necessidades de saúde masculinas são diversas, heterogêneas e socialmente construídas, e requerem ações intersetoriais na compreensão da amplitude destas para o estabelecimento de um cuidado efetivo.

Referências

Vasconcellos LCF, Aguiar L. Saúde do trabalhador: necessidades desconsideradas pela gestão do Sistema Único de Saúde. Saúde Debate. 2017; 41(113):605-17. doi: http://dx.doi.org/10.1590/0103-1104201711320

Souza MC, Araújo TM, Andrade FA, França AJ, Souza JN. Necessidades de saúde e produção do cuidado em uma unidade de saúde em um município do nordeste, Brasil. Mundo Saúde. 2014; 32(2):139-48. doi: http://dx.doi.org/10.15343/0104-7809.20143802139148

Magalhães AHR, Parente JRF, Silva MAM, Pereira IH, Vasconcelos MIO, Guimarães RX. Health needs of street market saleswoman: access, connection and welcoming as integral practices. Rev Gaúcha Enferm. 2016; 37(esp):e2016-26. doi: http://dx.doi.org/10.1590/1983-1447.2016.esp.2016-0026

Chambers SK, Hyde MK, Laurie K, Legg M, Frydenberg, Davis ID, Lowe A, Dunn J. Experiences of Australian men diagnosed with advanced prostate cancer: a qualitative study. BMJ Open. 2018; 8:e019917. doi: http://dx.doi.org/10.1136/bmjopen-2017-019917

Tsujimura A, Hiramatsu I, Aoki Y, Shimoyama H, Mizuno T, Nozaki T, et al. Atherosclerosis is associated with erectile function and lower urinary tract symptoms, especially nocturia, in middle-aged men. Prostate Int. 2017; 5(2):65-9. doi: https://doi.org/10.1016/j.prnil.2017.01.006

Separavich MA, Canesqui AM. Men’s health and masculinities in the Brazilian comprehensive healthcare policy for men: a bibliographical review. Saúde Soc. 2013; 22(2):108-20. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0104-12902013000200013

Carneiro LMR, Santos MPA, Macena RHM, Vasconcelos TB. Atenção integral à saúde do homem: um desafio na atenção básica. Rev Bras Promoç Saúde [Internet]. 2016 [citado 2018 abr 05]; 29(4):554-63. Disponível em: http://periodicos.unifor.br/RBPS/article/view/5301/pdf

Storino LP, Souza KV, Silva KL. Men’s health needs in primary care: user embracement and forming links with users as strengtheners of comprehensive health care. Esc Anna Nery. 2013; 17(4):638-45. doi: http://dx.doi.org/10.5935/1414-8145.20130006

Cavalcanti JRD, Ferreira JA, Henriques AHB, Morais GSN, Trigueiro JVS, Torquato IMB. Integral assistance to men’s health: needs, barriers and coping strategies. Esc Anna Nery. 2014; 18(4):628-34. doi: http://dx.doi.org/10.5935/1414-8145.20140089

Bardin L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70; 2011.

Silva LA, Corrêa ACP, Fraga JCAXO, Rodrigues TC, Divino EA. Men’s workers perceptions about their health needs in a university health service. Ciênc Cuid Saúde. 2016; 15(1):133-40. doi: http://dx.doi.org/10.4025/cienccuidsaude.v15i1.29321

Hungler BP, Beck CT, Polit DF. Fundamentos de pesquisa em enfermagem - avaliação de evidência para a prática da enfermagem. Porto Alegre: Artmed; 2011.

Teo CRPA, Taglietti RL, Busato MA, Signor B. Autopercepção e necessidades de saúde: recurso para enfrentar vulnerabilidades e reorganizar a atenção. Espaço Saúde [Internet]. 2016 [citado 2018 fev 27];17(2):178-88. Disponível em: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/espacoparasaude/article/view/27091/pdf18

Santos EM, Figueiredo GA, Mafra ALS, Reis HFT, Louzado JA, Santos GM. Saúde dos homens nas percepções de enfermeiros da Estratégia Saúde da Família. Rev APS [Internet]. 2017 [citado 2018 fev 28];20(2):231-38. Disponível em: https://aps.ufjf.emnuvens.com.br/aps/article/view/3090/1084

Yoshida VC, Andrade MGG. Cuidado à saúde na perspectiva de trabalhadores homens portadores de doenças crônicas. Interf Comunic Saúde Educ. 2016; 20(58):597-610. doi: http://dx.doi.org/10.1590/1807-57622015.0611

Arruda GO, Lima SCS, Renovato RD. The use of medications by elderly men with polypharmacy: representations and practices. Rev Latino-Am Enfermagem. 2013; 21(6):1337-44. doi: http://dx.doi.org/10.1590/0104-1169.3004.2372

Soranz D, Pinto LF, Camacho LAB. Analysis of the attributes of primary health care using the electronic medical records in the city of Rio de Janeiro. Ciênc Saúde Coletiva. 2017; 22(3):819-30. doi: http://dx.doi.org/10.1590/1413-81232017223.33142016

Moura EC, Gomes R, Pereira GMC. Perceptions about men’s health in a gender relational perspective, Brazil, 2014. Ciênc Saúde Coletiva. 2017; 22(1):291-300. doi: http://dx.doi.org/10.1590/1413-81232017221.17482015

Ribeiro CR, Gomes R, Moreira MCN. Encontros e desencontros entre a saúde do homem, a promoção da paternidade participativa e a saúde sexual e reprodutiva na atenção básica. Physis Rev Saúde Coletiva. 2017; 27(1):41-60. doi: http://dx.doi.org/10.1590/s0103-73312017000100003

Publicado
2018-07-24
Seção
Artigos de Pesquisa