Histórias vividas e narradas: os amapaenses no Jornal Amapá

  • Manoel Azevedo de Souza Universidade Federal do Amapá
  • César Barreira Universidade Federal do Ceará
Palavras-chave: Memória, identidade, Jornal Amapá

Resumo

Este artigo objetiva mostrar a construção das identidades amapaenses, a partir de olhares sobre suas representações veiculadas no Jornal Amapá, entre os anos de 1945 a 1968, período que marca um acelerado desenvolvimento do recém-criado Território Federal do Amapá. A primeira parte do texto descreve a trajetória inicial do referido jornal considerando a sua importância como uma testemunha da história e um agente participativo na configuração identitária amapaense. A segunda parte discorre sobre alguns temas apresentados no Jornal Amapá para demonstrar, através das memórias, o entrelaçamento entre as histórias vividas e narradas sobre os acontecimentos da vida da comunidade amapaense, as quais, de algum modo, trazem marcas significativas de sua base identitária.

Biografia do Autor

Manoel Azevedo de Souza, Universidade Federal do Amapá
Doutor em Sociologia. Professor da Universidade Federal do Amapá
César Barreira, Universidade Federal do Ceará
Professor do Departamento de Ciências Sociais e do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal do Ceará

Referências

ARAÚJO, Nilson Montoril de. Mar a Cima, Mar a baixo: de ladrão em ladrão, a saga de uma nação. Macapá: Edições Macapaenses – Confraria Tucuju, 2004.

BAKHTIN, Mikhail. A cultura popular na Idade Média e no Renascimento: o contexto de François Rabelais. São Paulo: Hucitec; Brasília: Editora Universidade de Brasília, 1993.

BERNARDO, Teresinha. Memória em Branco e Negro: olhares sobre São Paulo. São Paulo: UNESP, 1998.

BOBBIO, Norberto. O tempo da memória. Rio de Janeiro: Campus, 1997.

CAPELATO, Maria Helena. Imprensa e história do Brasil. São Paulo: Contexto/EDUSP, 1988.

CASTELLS, Manuel. O Poder da identidade. São Paulo: Paz e Terra, 2006.

DA MATTA, Roberto. Carnavais, malandros e heróis: para uma sociologia do dilema brasileiro. Rio de Janeiro: Rocco, 1997.

_____. Antropologia da saudade. São Paulo: Acervo Folha de São Paulo – Caderno Mais (28/06), 1992.

DELGADO, Lucilia de A. Neves. História oral: memória, tempo, identidades. Belo Horizonte: Autêntica, 2010.

DURKHEIM, Émile. As formas elementares de vida religiosa. São Paulo, Edições Paulinas, 1989.

GIDDENS. Anthony. As consequências da modernidade. São Paulo: Editora UNESP, 1991.

HALL, Stuart. Da diáspora: Identidades e mediações culturais. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2003.

HALBWACHS, Maurice. Memória coletiva. São Paulo: Centauro, 2009.

NORA, Pierre. Entre memória e história: a problemática dos lugares. São Paulo: Projeto História, 1993.

Fonte consultada:

“Jornal Amapá” (1945-1968).

Publicado
2019-03-01
Seção
Especial: O Amapá como desafio sociológico