MERCADO DE TRABALHO DOS PROFISSIONAIS DE CUSTOS NO PARANÁ: UM ESTUDO SOBRE A DEMANDA, HABILIDADES E COMPETÊNCIAS EXIGIDAS

  • Marcielle Anzilago UFPR
  • Daniele Cristina Bernd UFPR
  • Simone Bernardes Voese
Palavras-chave: Mercado de trabalho. Profissionais de custos. Habilidades e competências.

Resumo

Este estudo objetivou identificar a demanda, os conhecimentos técnicos exigidos, bem como as habilidades e competências requeridas dos profissionais especializados em Custos no mercado de trabalho no Estado do Paraná. Trata-se de um estudo descritivo com abordagem qualitativa que se utilizou da técnica da análise de conteúdo para inferir sobre os requisitos exigidos nos anúncios em websites de empregos. Os principais resultados deste estudo indicam que neste segmento, as vagas mais ofertadas no mercado de trabalho paranaense são para analistas de custos, sendo que a maior demanda de profissionais de custos ocorre na cidade de Curitiba. Das vagas analisadas, 11% solicitaram formação em Ciências Contábeis. No entanto observou-se que em cerca de 60% das vagas anunciadas, não requisitaram formação contábil ou em áreas correlatas, 57,4% das ofertas analisadas não requerem conhecimento em língua estrangeira e 26% não anunciaram exigências quanto a conhecimentos em informática em suas ofertas. Conclui-se que o mercado exige do profissional de custos algumas habilidades e conhecimentos, nas quais se destacam o conhecimento de métodos de custeio de produtos, conhecimento de gestão de custos e orçamentos e elaboração de relatórios contábeis e gerenciais.

Referências

ABDOLMOHAMMADI, M. J.; SEARSON, G.; SHANTEAU, J. An investigation of the attributes of top industry audit specialists. Behavioral Research in Accounting. V. 16, p. 1-17, 2004.

AMERICAN ACCOUNTING ASSOCIATION (AECC). Accounting Education Change Commission. Position and issues statement of the Accounting Education Change Commission, Appendix B, Sarasota, 1996.

AMERICAN INSTITUTE OF CERTIFIED PUBLIC ACCOUNTANTS (AICPA). The AICPA core competency framework for entry into the accounting professions. New York: AICPA, 1999

AMERICAN INSTITUTE OF CERTIFIED PUBLIC ACCOUNTANTS (AICPA). Core competency framework for entry into the accounting professions. New York: American Institute of Certified Public Accountants, 2005.

BARBOSA, A. C. Q. Competências no Brasil: um olhar sobre os modelos organizacionais de grandes empresas de Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo. Belo Horizonte: Nig-One/UFMG, 2005.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1995.

BATEMAN, T. S. Administração: construindo vantagem competitiva. São Paulo: Atlas, 1998.

BOYATZIS, R. E. The competent manager: a model for effective performance. New York: John Wiley & Sons, 1982.

BRASIL. Resolução CNE/CES nº 10, de 16 de dezembro de 2004. Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Graduação em Ciências Contábeis, bacharelado, e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 10 julho 2014.

CARDOSO, R. L.; RICCIO, E.; ALBURQUERQUE, L. Competências do contador: um estudo sobre a existência de uma estrutura de interdependência. Revista de Administração da USP, v. 44, n. 4, p. 379-385, 2009.

CARDOSO, R. L.; RICCIO, E. L. Existem competências a serem priorizadas no desenvolvimento do Contador? Um estudo sobre os contadores brasileiros. Revista de gestão, São Paulo – SP, Brasil, v. 17, n. 3, p. 353-367, 2010.

COELHO, C. U. F. O ensino superior de contabilidade e o mercado de trabalho: uma análise no município do Rio de Janeiro. 2000. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis), Faculdade de Administração e Ciências Contábeis, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2000.

CHENEY, P. H.; HALE, D. P.; KASPER, G. M. Knowledge, skills and abilities of information systems professionals: past, present, and future. Information & Management, North-Holland, 19, 237-247, 1990.

DURAND, T. Forms of incompetence. In: International Conference on Competence-Based Management, Oslo. Proceedings: Norwegian School of Management, 1998.

DUTRA, J. Desenhando programas de desenvolvimento a partir da identificação de competências essenciais. In: EBOLI, Marisa (Coord.). Desenvolvimento e alinhamento de talentos humanos às estratégias empresariais. São Paulo: Schmukler Editores, 1999.

EVANGELISTA, A. A. O currículo dos cursos de Ciências Contábeis e o mercado de trabalho para o profissional contador. 2005. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis), Curso de Pós-Graduação em Ciências Contábeis, Centro Universitário Álvares Penteado, São Paulo, 2005.

ERONDU, E.; SHARLAND, A. Managerial competence in Nigerian firms: an empirical and comparative analysis. Multinational Business Review, v. 10, n.2, p. 129-137, 2002.

FARIA, A. C.; QUEIROZ, M. R. B. Demanda de profissionais habilitados em contabilidade internacional no mercado de trabalho da cidade de São Paulo. Revista Universo Contábil, Blumenau, v. 5, n. 1, p. 55-71, 2009.

FAYARD, D.; LEE, L.; LEITCH, R.; KETTINGER, W. The effect of internal cost management, information systems integration, and absorptive capacity on interorganizational cost management: A Pilot. University of South Carolina Moore School of Business Columbia, 2006. Disponível em: < https://www.researchgate.net/publication/228971838_The_Effect_of_Internal_Cost_Management_Information_Systems_Integration_and_Absorptive_Capacity_on_Interorganizational_Cost_Management_A_Pilot_Study> Acesso em: 10 set. 2014.

FERREIRA, A. B. H. Novo dicionário Aurélio da língua portuguesa, 4. ed. Curitiba: Ed. Positivo, 2009.

FIGUEIREDO, S.; FABRI, P. E. Gestão de empresas contábeis. São Paulo: Atlas, 2000.

FLEURY, A.; FLEURY, M. T. L. Estratégias empresariais e formação de competências. São Paulo: Atlas, 2001.

FLEURY, M. T.; LACOMBE, B. M. B. (2003). A gestão por competências e a gestão de pessoas: um balanço preliminar de resultados de pesquisa no contexto brasileiro. São Paulo: III Encontro da Iberoamerican Academy of Management, 2003.

FLEURY, M.T.L.; SARSUR, A.M. Gestão por competências: a percepção de ganho social do trabalhador. In: Encontro da associação nacional de pós-graduação e pesquisa em administração, 31, 2007, Rio de Janeiro. Anais… Rio de Janeiro: Anpad, 2007.

FRANCE, A. Management accounting practices reflected in job advertisements. Journal of New Business Ideas and Trends, v.8, n. 2, p 41-57, jul. 2010.

FRANCO, H. Contabilidade na era da globalização. São Paulo: Atlas, 1999.

GIUNIPERO, L. C.; PEARCY, D. H. Purchasing skills: an Empirical investigation. Journal of Supply Chain Management, v. 36, n. 4, p. 4-13, 2000. HARDERN, G. The Development of standards of competence in accounting. Accounting Education, v. 4, p. 17-28, 1995.

HERMENEGILDO, J. L. S. O uso da abordagem por competência no desenvolvimento de jogos de empresas para a formação de empreendedores. 2002. 305 f. Tese (Doutorado em Engenharia de Produção) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis.

ICA, Institute of Chartered Accountants. Professional Accreditation Guidelines for Higher Education Programs. October, Australia, 2009.

IFAC, International Federetion of Accontants. Management accounting concepts, 2009. Disponível em: <http://www.mia.org.my/handbook/guide/IMAP/imap_.htm#MANAGEMENT%20ACCOUNTING%20AND%20THE%20 MANAGEMENT%20PROCESS>. Acesso em: 14 março 2014.

IFAC, International Federation of Accountants. Towards competent professional accountants. New York: IFAC Education Committee, 2003.

KAPLAN, R.S.; COOPER, R. The Promise and peril of Integrated Cost Systems. Harvard Business Review, v. 76, n. 4, p. 109-119, 1998.

MACHADO, D. G.; SOUZA, M. A. Análise das relações entre a gestão de custos e a gestão do preço de venda: um estudo das práticas adotadas por empresas industriais conserveiras estabelecidas no RS. Revista Universo Contábil, Blumenau, v. 2n. 1, p. 43-60, 2006.

MAXIMIANO, A. C. A. Introdução à administração. 7 ed. São Paulo: Atlas, 2007.

MCCLELLAND, D. C. Testing for competence rather than for intelligence. American Psychologist, v. 28, n. 1, p. 1-14, 1973.

MEYER, M. E.; RIGSBY, J. T. A Descriptive analysis of the content and contributors of behavioral research in accounting 1989-1998. Behavorial Research in Accounting. v. 13, p. 253-278, 2001.

MOHAMED, E. K. A.; LASHINE, S. F. Accounting knowledge and skills and challenges of a global business environmental. Managerial Finance, v. 29, n. 7, p. 3-16, 2003.

MORGAN, G. Communication skills required by accounting graduates: practitioner and academic perceptions. Accounting Education, v. 6, p. 93-108, 1997.

ORO, I. M.; BEUREN, I. M.; CARPES, A. M. S. Competências E Habilidades Exigidas Do Controller e a Proposição Para Sua Formação Acadêmica. Revista Contabilidade Vista & Revista, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, v. 24, n. 1, p. 15-36, jan./mar. 2013.

OTT, E.; PIRES, C. B. Um estudo sobre o mercado de trabalho para contadores na região metropolitana de Porto Alegre-RS. In: ENCONTRO DA ENANPAD, 32, 2008, Rio de Janeiro. Anais ... Rio de Janeiro: Anpad, 2008.

OTLEY, D. Management control in contemporary organizations: towards a wider framework. Management Accounting Review, v. 5, p. 289-299, 1994.

PELEIAS, I. R.; GUIMARÃES, P.C.; SILVA, D.; ORNELAS, M. M. G. Identificação do perfil profissiográfico do profissional da contabilidade requerido pelas empresas, em anúncios de emprego na região metropolitana de São Paulo. Revista de Administração e Contabilidade da Unisinos, v. 5, n. 12, p. 131-141, maio/ago. 2008.

PIERCE, B. Management accounting without accountants? Accounting Ireland, v. 33, p. 10-12, 2001.

PORTER, M. Competitive advantage: Creating and Sustaining Superior Performance The Free Press, New York, 1985.

PORTER, M. The competitive advantage of nations. London: Mcmillan, 1990.

ROBBINS, S. P. Administração: mudanças e perspectivas. São Paulo: Saraiva, 2000.

SANDBERG, J. Human competence at work. Gotebork: BAS, 1994.

SHANK, J. K.; GOVINDARAJAN, V. A revolução dos custos. 2. Ed. Rio de Janeiro: Campus, 1997.

SIEGEL, G.; SORENSEN, J. E. Counting more, counting less transformations in the management accounting profession, the 1999 practice analysis of management accounting. Montvale: Institute of Management Accountants, 1999.

SILVA, A. C. R. Metodologia da pesquisa aplicada à contabilidade: orientações de estudo, projetos, artigos, relatórios, monografias, dissertações, teses. São Paulo: Atlas, 2006.

SILVA, F. F.; VASCONCELOS, M. T. C. O perfil do profissional de custos na indústria de transformação do Estado de Pernambuco. In. Seminário USP de Contabilidade, 2002.

SISSON, K.; STOREY, J. The Realities of Human Resource Management – Managing The Employment Relationship. Buckingham: open University Press, 2000.

SOUZA, M. A.; VERGILINO, C. S. Um perfil do profissional contábil na atualidade: Estudo comparativo entre conteúdo de ensino e exigências de mercado. Administração: Ensino e Pesquisa, v. 13, n. 1, p. 183-223, 2012.

SPENCER JR, L. M.; SPENCER, S. M. Competence at work: models for superior performance. New York: John Wiley, 1993.

UNCTAD, United Nations Conference on Trade and Development. Guideline for a global accounting curriculum and other qualification requirements. TD/B/COM.2/ISAR/5, 1998. Disponível em: <http://www.unctad.org.>. Acesso em: 18 julho 2014.

WILMSHURST, T. D.; FROST, G. R. The role of accounting and the accountant in the environmental management system. Business Strategy and the Environment, v. 10, n. 3, p. 135-147, 2001.

VASCONCELOS, M. T. C. ; SILVA, F. F. O Perfil do Profissional de Custos na Indústria de Transformação do Estado de Pernambuco. In: IX Congresso Brasileiro de Custos, 2002, São Paulo, 2002.

Publicado
2016-06-23
Seção
Artigos