INSTITUIÇÕES, TRABALHO E PESSOAS

Paulo Ferreira da Cunha

Resumo


Os especialistas em doenças terminais sabem que ninguém tem saudades, quando abandona a vida, do trabalho que não fez. Tem saudades sim do tempo que não passou com familiares e amigos. A sociedade contemporânea, e particularmente algumas instituições “totais”, estão a potenciar até um expoente demencial a exploração e a despersonalização dos trabalhadores, designadamente proletarizando técnicos superiores e técnicos pensantes que, sem ócio criativo, deixarão de criar. É uma crise civilizacional, nada menos. E as universidades já são afectadas por este processo. O Direito e os Direitos Humanos não podem calar-se perante esta situação

Palavras-chave


Trabalho; Direitos humanos

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA SANTOS, António de. Que nova ordem mundial. Lisboa: Campo da Comunicação, 2008.

ALMEIDA, Aníbal. Estudos de direito tributário. 2. ed. Coimbra: Almedina, 1999

BARBOSA GARCIA, Gustavo Filipe. Manual de direito do trabalho. São Paulo: Método, 2009.

BITTAR, Eduardo. Razão e afeto, justiça e direitos humanos: dois paralelos cruzados para mudança paradigmática. reflexões frankfurtianas e a revolução pelo afeto. In: Educação e Metodologia para os Direitos Humanos. São Paulo: Quartier Latin, 2008.

BRINKMAN, Rick et al. Rick. Dealing with Difficult People. Nova Iorque: McGrawHill, 2003.

CABRAL SILVA, Wanise. As fases e as faces do direito do trabalho. São Paulo: Editora LTr, 2007.

CARNEGIE, Dale. Como evitar preocupações e começar a viver. Tradução de Brenno Silveira. Porto: Livraria Civilização, 1990.

COIMBRA, Leonardo. Obras de ... . Porto: Lello e Irmão, 1983.

ZIEGLER, Jean. Les nouveaux Maîtres du Monde. Paris: Fayard, 2002.

FERRISS, Timothty. 4 Horas por Semana. Trabalhar menos, produzir mais. Tradução de Inês Castro. Lisboa: Casa das Letras, 2008.

GIDDENS, Anthony. A Transformação da intimidade. Tradução de Magda Lopes. São Paulo: UNESP, 2007.

HANH, Thich Nhat. A arte do poder. Tradução de Ariana Mascarenhas. Lisboa: Presença, 2009.

LOREAU, Dominique. L’art de la simplicité. Paris: Laffont, 2005.

SCHOELLGEN, Werner. Ética concreta. Tradução de Daniel Ruiz Bueno. Barcelona: Herder, 1964.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Nomos



ISSN 1807-3840

Rua Meton de Alencar, s/n - Centro
Fortaleza, Ceará, CEP 60.035-160
Telefone: +55 (85) 3366 7850

Bases de dados

Resultado de imagem para library of congress logo
http://www.cnen.gov.br/images/logo_livre2.png   Find in a library with WorldCat